E O ASSUNTO?

Eu não tinha entrado no universo “blogueiro” justamente por falta de definição do assunto. Eu poderia escrever sobre arte, música, literatura em geral, que pertencem à minha área de atuação profissional – como até me foi sugerido. Mas aí eu estaria opinando sobre o trabalho alheio, teria que estudar, e o texto correria o risco de ser apenas uma repetição do que há nos livros; ou, se eu não tivesse muito tempo para estudar, o texto poderia ficar sem base e se tornar reles “achismo”. Há ainda a questão: quantos textos sobre esses assuntos eu vou querer escrever depois de criado o blog? Não sei.

Então pensei: que tema eu de fato domino sem precisar de leituras adicionais e pelo qual sou tão apaixonada que poderia escrever vários textos curtos? A resposta foi óbvia: eu mesma e meus livros.

Portanto pretendo ocupar este espaço para falar do que escrevi, do que estou escrevendo, das minhas pesquisas para os romances, do meu processo de criação, do meu método de trabalho. Quero contar histórias das minhas histórias e finalmente responder todas aquelas perguntas que ninguém fez. Assim como eu aprendi muito com os depoimentos dos outros, agora disponibilizo a minha experiência, na esperança de – quem sabe? – ajudar alguém a encontrar o próprio caminho.

Posted on: 1 de junho de 2009Mônica Cadorin

3 thoughts on “E O ASSUNTO?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *