RELATÓRIO DE PROGRESSO

Hoje faz sete meses que comecei a escrever o primeiro livro da História de Rodrigo (ainda sem título). Tenho me esforçado para escrever pelo menos uma página por dia, como meta estabelecida, mas nem sempre consigo. Por outro lado, em alguns dias consigo escrever mais de uma página, o que me mantém dentro da média de uma página por dia. 1,26 páginas por dia, para ser mais exata.

Estou num momento bem tenso da história. Rodrigo está sofrendo muita pressão, que vai aumentar nos próximos dias, até o ponto em que ele não tenha mais saída. Ele terá que decidir entre recuar, abrindo mão daquilo que quer, ou enfrentar o mundo para manter o que quer. E ele só quer namorar a Ângela, aquela menina esquisita da escola. Um desejo tão simples, que a família e a sociedade não permitem.
 
Estou na página 273, escrevendo os fatos que acontecem no mês de setembro, e a história vai até o começo de dezembro, então já estou a caminho do final. O clímax está previsto para novembro, e depois será só resolver as arestas e finalizar. Minha intenção é terminar ainda no primeiro semestre, para poder começar o segundo livro dia 1 de julho, quando fará um ano do começo deste. Três livros em três anos. Faz muito tempo que não consigo uma façanha dessas. A meta diária de escrever uma página por dia realmente acelera o trabalho e unifica o estilo.
 
Bem, é essa a minha atual situação. Depois do Carnaval volto também a publicar os vídeos no canal Apologia das Letras. Acho que estou com trabalho suficiente para o ano todo, e mais o próximo.
Posted on: 1 de fevereiro de 2016Mônica Cadorin